terça-feira, 8 de julho de 2008

Sinais

Eu acredito neles.
Pequenos alertas, camuflados, discretos e despropositados.
E há dias em que só peço para que me chegue algum, via paranormal, sob a forma de sonho, de palavra, de mail, de telefonema, de pedaço de jornal, de conselho, de história alheia, de imaginação fértil, dos confins do mundo ou daqui mesmo ao lado.
E ele chega.
E fico a pensar nele...e já que tanto o pedi, sinto que o devo valorizar e não fingir que não o interpretei como tal. Logo eu que não acredito de todo em coincidências, e que cada vez mais acho que nada acontece por acaso, mesmo que a minha vida seja pautada de acontecimentos injustos para os quais não encontro explicação.
Ás vezes acho que metade de mim é esotérica e sonhadora demais e vê sinais em tudo quanto é lugar e vivo as coisas com uma sensibilidade à flor da pele, que me faz ficar mais atenta e alerta, com o instinto mais apurado.
Outras vezes acho que sou demasiado racional e metódica e por isso deixei passar ao lado uma quantidade infinita de sinais flagrantes que me podiam ajudar.
Vocês acreditam em Sinais?? Até que ponto?

9 comentários:

paddy disse...

Eu não sou muito de acreditar em sinais, acredito mais em coincidências.

Nikky disse...

Encaixo na tua categoria, parece-me.
Não gosto de imaginar a minha vida "escrita" algures e acho que muitas vezes somos nós que procuramos ver aquilo que chamamos de sinais.
Se bem que há coisas que às vezes nos deixam a pensar...

Osga disse...

Com toda a veracidade da minha vida sei ler demais os Sinais desta mesma!

Racionalidade e Método é algo que em mim não falha nessas situações esotéricas.

Nem se trata de acreditar em sinais, sei que eles existem e isso é ponto assente, o que aborrece é não saber o que fazer perante tais.

bjs miúda!

nando disse...

«I'm the voice of my own God», John Mclane, 1995

lol
sorry!... n resisti.

E como interpretas os sinais? Eu é sempre como me convém mais.

Secretly disse...

Eu dou muita importancia a sinais, e tambem estou sempre à espera de algum para saber qual o caminho a rumar, mas agora pensando bem nisto, é uma forma que arranjamos para termos certas atitudes ou percebermos algo, com alguma justificação, os sinais, que não é de todo lógica... até tem um pouco de mistico... :S não sei explicar, mas não é uma forma racional de fazer as coisas... por vezes fantasiamos demais por causa de sinais que nos aparecem ou que queremos ver, e as merdas saem-nos totalmente ao contrário, nao era o que pensávamos... só filmes

Carina de Jesus disse...

Bem por falar em sinais...sou céptica em relação a essas coisas!!! Mas ultimamente têm-me acontecido coisas que até eu própria fico estupefacta. Hoje este post vem mesmo a calhar e passo a explicar..."Ontem" sonhei com a Tuna onde dou aulas, sonhei que tinha partido uma das cordas da minha guitarra. Ao acordar pensei: "epah isto é um presságio, o melhor é ir comprar cordas para a guitarra!!! Mas...como não apeteceu não fui! Lol. Cheguei à Tuna, às 18h e contei o meu sonho, mas cecptica que tal me acontecesse... estava eu a tocar com todo o entusiasmo do mundo e pimbas partiu-se a corda Ré da minha Guitarra :( . Nem queria acreditar que tal tinha acontecido!!! Seria Coincidência??? Mas e o sonho??? Naaaaaaaaaa... foi mesmo um aviso de um anjinho, eu é que não liguei...

Desculpa My Angel vou ter mais atenção ;)

Neferet disse...

Estou sempre à procura de sinais,o problema é que quando os encontro às vezes não sei lidar com eles e vou no sentido oposto ao que eles me orientam.
Beijinhos

Clepsydra disse...

Os sinais existem, apenas carecem de significado. E esse somos nós que lhes atribuímos... ou não.

Fifs disse...

Sinais só no corpo. Foi a Pips que me ensinou a ter atenção... Agora o facto de ter tido voos para barcelona era sinal de fazer as pazes (ando desfasada nos posts)... jet lag ;)