quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Blindness

Nunca em tempo algum pensei que fosse um filme tão intenso. Ainda por cima a julgar pelas críticas negativas que tenho lido (o que me remete para um próximo post sobre quem são afinal os críticos seja do que for).
Um filme que explora a condição humana no seu expoente de fragilidade. Como o humano sem uma coisa tão "simples" como a visão, acumula merda, sentimentos de ganância, vingança e volta a instintos tão básicos como o sexo, com quem jamais se imaginaria fazê-lo, só porque sim. Só por caridade. Só por primitividade. Porque somos bichos e não nos devemos esquecer.
Explora o espírito de sacríficio das mulheres, em detrimento dos homens e explora sobretudo o facto de a visão por vezes nos cegar. Levarmo-nos pela aparência em vez de nos levarmos pelo coração. Por pessoas que nos falam directly to the heart.
Muito bom! Aconselho vivamente! E quanto aos críticos... tenho aqui um mini caixotinho de lixo... F*ck f*ck f*ck youe!

4 comentários:

Angelblue disse...

Pronto. Fiquei picada, depois do que acabo de ler, tenho mesmo vontade de ver isto ;)

Miss Kitty disse...

Tenho que ir ver!! Sem falta!!

BJS***

Pips disse...

Forte, intenso, desconcertante.. já disse intenso?
Vale a pena ver, e com olhos de "VER".

Osga disse...

Não sabes q é hype falar mal de Saramago?!