quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Mundo Onírico

Os meus sonhos assustam-me.
E não são só os pesadelos que me assustam. Todos os sonhos em geral.
É rara, muito rara mesmo, a noite que não sonhe. E quando sonho, sonho em grande! E mais raro ainda é sonhar e não me lembrar do que sonhei quando acordo. Tenho o "poder" ou seja lá o que for, de me lembrar pormenorizadamente, assustadoramente, minuciosamente de cada detalhe mais surreal do sonho. Desde os intervenientes, ao local onde decorre a acção, às roupas que cada um traz vestido, as cores envolventes, as expressões faciais, os temas de conversa, as minhas reacções, as coisas que pensei mas não verbalizei no sonho...tudo!
E mais: se há aquelas pessoas que têm sonhos do género cartoons, onde têm super poderes, onde entram monstros e coisas do outro mundo...eu não! Que sou menina de pés bem assentes no chão e como tal, todos os meus sonhos são perfeitamente ajustados e adequados à realidade que vivo no momento. Sonho quase sempre com as coisas que, enquanto acordada, me ocupam mais o pensamento, me preocupam, me deixam introspectiva. Mais estranho ainda: não sendo capaz de fazer previsões nem premonições (quem me dera, para ver se me saía "a merd* do euromilhões"..já diz o Nel Monteiro!)...sonho também com pequenas coisas, a que eu chamo de "sinais", nos quais fico a pensar posteriormente, que me fazem ver determinadas situações de outra maneira, e até mesmo ficar mais atenta ao que me rodeia.
Sei que sou uma pessoa extremamente intuitiva, sei que tenho os meus feelings que para o bom e para o mau me vão dando luzinhas e soam alarmes dentro de mim que muito me ajudam. E sei também que em grande parte dos meus sonhos "resolvo" questões pendentes que, na realidade não valem a pena sequer ser mexidas nem faladas, mas que no inconsciente ainda mexem com os meus interiores. Daí sonhar tantas vezes que discuto com personas non-gratas, com as quais na realidade só quero distância e zero conversa; daí sonhar que inclusivé parto para agressões físicas quando essas mesmas pessoas continuam a ser, mesmo em sonho, as mesmas hipócritas e cínicas que são na realidade, e só espetando uma valente bofetada na cara me sinto satisfeita; daí sonhar que falo com quem já não posso falar, e ouço o que na realidade já não posso ouvir; daí sonhar com o que leio nas entre-linhas do meu dia a dia e temo que aconteça na realidade, e que no meu sonho acontece de facto para me prevenir; daí sonhar com aquilo que quero muito que aconteça e perceber que, durante o sonho, sou feliz, me sinto preenchida e completa, e com aquela vontade de "Não quero acordar nunca!!".
Acho que nos meus sonhos sou o prolongamento daquilo que a realidade me limita e a fotografia nítida do meu inconsciente...e às vezes...isso assusta, mesmo quando o sonho é bom!

3 comentários:

Neferet disse...

Espero que o teu sonho comigo tenha sido uma premonição :)

Pips disse...

Também espero que sim..torço para que sim..e olha que tenho um grande feeling que sim!!! :)

kel disse...

Tb tenho mts sonhos, raramente bons ou resolutos e também nem sempre me lembro de tudo ou de todos os intervenientes. Por vezes premonitórios outras apenas perturbadores... Enfim, temos q aprender a ignorar a maioria deles. No teu caso acho q são mesmo um reflexo do teu subconsciente que, mesmo a dormir, continua a "refletir" sobre o dia-a-dia. Don't worry, be happy ;)

Beijocas*