segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Um dia vamos ter o Nosso



E depois há aquelas pessoas, como eu e ele, que adoram o Natal. Que sempre vibraram com esta altura do ano. Que adoram enfeitar a casa, que têm rituais e tradições, que compram/fazem prendas/miminhos para toda a gente, que se puderem enchem todos os recantos de luzes e ficam a olhar para elas durante horas. Que sonham ter a casa cheia no dia 24, muita gente à mesa, muita alegria, muitos risos. Que depois do jantar se façam jogos e brincadeiras, vejam fotografias, comam doces à lareira, se aconcheguem no sofá, com mantas e muitos abraços. Pessoas que, como eu e ele, apesar de ano após ano viverem um Natal tão diferente daquilo que gostavam que fosse, não perdem a alegria e vontade de tornar aquele o melhor Natal possível, dadas as circunstâncias, sejam elas quais forem. E que não abrem mão do sonho e do desejo de que um dia o Natal que sempre sonharam venha a acontecer.

1 comentário:

menina lamparina disse...

Estar com quem mais importa é o que faz com que o Natal seja suportável para mim, de facto.
Mal posso esperar para ter um propósito para o Natal. Acredito que com filhos volte a ser giro... :)

Beijinho*