quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Elas voltaram

Sorrateiras, sem anunciar.
Primeiro foram as noites mal dormidas, os sonhos (ou seriam pesadelos?) constantes, o adormecer e acordar de 2 em 2 horas.
Agora, para juntar à festa, o facto de serem 4h da matina e pregar olho que é bom, nem por isso.
Já vi um filme do princípio ao fim com muita atenção, já comi, já fiquei quietinha, já me virei para o lado ainda com a TV ligada para ver se o som me embalava, já desliguei a TV para ver se o silêncio me levava, já voltei a ligar tudo porque tanto o silêncio como o escuro me estavam a irritar solenemente.
Já olhei para o relógio centenas de vezes, já fiz as contas das horas que (não) vou dormir, já me proibi a mim mesma de pensar seja no que for, já tomei um zyrtec porque as alergias continuam a dar comigo em doida e com sorte pode ser que me dê sono, já rezei.
Não conto carneiros porque é estupido. Não mando msgs a ninguém a fazer queixinhas da minha insónia porque não são horas de se chatear nem mesmo as melhores amigas. Não fico de olhos fechados simplesmente à espera que o sono venha porque o meu cérebro não pára e não consigo relaxar.
E o pior é que já sei que quando elas voltam, vêm para ficar.
Porque a noite é pessima conselheira, mas à noite só à noite é que muito balanço se faz por estes lados. Porque de dia só quero que seja de noite, e agora só queria que já fosse de dia.
Porque vivo neste contentamento descontente, nesta estranha forma de vida.

2 comentários:

Violet disse...

Em vez do Zyrtec sugiro o Atarax. tem mais poder sedativo (dá mesmo uma pedrada de sono) e é um anti-histamínico na mesma! beijinhos

Alegria! disse...

São do pior essas gajas e matreiras, que quanto mais tentamos dormir mais damos pelas horas a passar. Mas vais ver que logo, logo estás a ter uma noite descansadinha :)

Beijão*