segunda-feira, 14 de junho de 2010

Porque da tua vida sabes Tu!


És difícil de decifrar. Nunca sei qual é o teu humor. Normalmente é bom, mas quando é mau, é muito mau. E fechas-te em copas, na tua concha, na bolha implacável, que de sabão tem muito pouco. Vestes a armadura, ao melhor estilo do Gladiador, e que ninguém a tente despir porque não vai conseguir.
És gémeos. O que torna a nossa convivência às vezes complicada. Faço faísca, mas quase sempre faísca da boa. Quando é daquela que bate de frente digo-te tudo em catadupa, tu ouves impávida e serena e ficas a pensar no assunto por uns dias. Passam-se os dias e continua tudo como se nada fosse. Funcionamos assim e é assim que funciona.
Raras são as coisa que ficam por dizer. Tu porque tens o coração muito perto da boca. Eu porque tenho ansias de te ver bem.
Do alto do teu metro e setenta e muitos de rasas, que se tornam oitentas e poucos quando sobes ao teu salto, vês o mundo com esses olhos azuis que quem te vê julga arrogantes e caprichosos. Tu não dás conta. Às vezes até dás.. e gostas. Mas quem já te olhou tantas vezes olhos nos olhos como eu, castanhos nos azuis, com lágrimas de felicidade e de tristeza, sabe que são apenas o espelho de uma alma grande e de um coração ainda maior.
És Amiga. Com "A" grande. Estás lá. Podes chegar atrasada (é o mais certo), mas estás lá.
Tens medos, tens receios, tens dúvidas, tens altos e baixos, tens fé, tens caprichos, tens desejos, tens apetites, tens orgulho, tens razão, às vezes perdes a razão, o tino e o sentido, e é quando os perdes que mais te encontras. És ar, água, terra e fogo num só. És dia e noite no mesmo minuto.
Aquilo que já passámos juntas em apenas um ano dava para escrever um livro. Aquilo que já partilhámos é maior do que aquilo que os outros vêem. Aquilo que os outros não vêem nem sabem, nós sabemos e calamos. Aquilo que revelamos, aceitamos, ultrapassamos juntas é digno de novela. Aquilo que os outros não entendem nós achamos natural e normal. Aquilo que ficou para trás não pesa mas tem peso... e ainda bem. Aquilo que está para vir ninguém sabe, mas eu sei que quero lá estar.
Venham os 27, mais um ano, mais uma voltinha!!
Parabéns M!

3 comentários:

Anónimo disse...

Olá!
o incrivel é que nunca passei por este blog, o incrivel que não sei quem escreve esta «declaração», o incrivel é que não sei quem é a menina gémeos, mas o mais incrivel é que me vejo em todos esses aspectos de gémeos. pronto ok a altura e olhos azuis é que não :p:p
Mas gostei muito!

Giro:)
bjinhos
mokinhas

Princesa M disse...

Até para ler este post eu cheguei atrasada. Bolas!!! Mesmo assim, foi bom ter lido estas palavras, assim, de manhã, no início de mais um dia. Venho o sol. Venha a alegria.
Obrigada pelas palavras. Amo você

Pips disse...

Mokinhas: Tiro bem a pinta aos Gemeos, não tiro?? ;)

Princesa M: Amo Você