sábado, 17 de novembro de 2007

Amigas, Velas e ai ai ai


Hoje acordei cedo porque por acaso não sou pessoa de dormir muito e muitas horas seguidas; Se Deus me deu olhos grandes não é para estar com eles fechados concerteza! Estava um dia cinzento, daqueles em que apetece voltar para a cama e dizer "emigrei para um país de sol e alegria, por favor volte mais tarde". Mas... lá me levantei! Pequeno-almoço com a Mommy e liguei o pc. Vanessa da Mata pensei... Gosto da onda dela. E descobri o Ai Ai Ai "Se você quiser eu vou txi dar um amor desses dxi cinema, não vai faltar carinho plano ou assunto ao longo do dxia..." com uma batida contagiante que so te faz amar a vida! E dancei e descobri outras musicas e equipei-me para os meus treinos de ténis... E fui cheia de vontade, sem me queixar do frio, nem dos pipis de elástico nem de nada. Fui com Tchunanananã!Ná Nã Nã! Ná Nã Nã! Ná Nã Nã na cabeça e com o ritmo no corpo. O dia seguiu a musica passou mais umas 400 vezes no meu piqueno "poler" como lhe chama o meu Querido Amigo Gui! Comprei uma vela de pera, um tapete maravilha e umas trancinhas de chocolate para a minha dieta dos "ossos do externo à mostra", na companhia da minha Fifias e do seu Tigs mais a simpatia da mãe.
E foi BOM! Senti-me feliz não só por conseguir alegrar-me com coisas pequenas da vida (velas, canções de amor, luzes de Natal) mas principalmente pelas minhas amigas! Que me amparam cada uma de sua maneira, que me arregalam os olhos, que me ouvem e me dizem que compreendem. Que me protegem e me dão kleenexes, que me acompanham e me ligam. Que querem saber, que se riem comigo e de mim, que apreciam a minha alegria de viver e a minha forma de lidar com os "dramas" da vida e que me acompanham na dança do Tchunanananã!Ná Nã Nã! Ná Nã Nã! Ná Nã Nã!
A todas a elas... Dedico este post
"Aonde o vento é brisa
Onde não haja quem possa
Com a nossa felicidade
Vamos brindar à vida meu bem!"

3 comentários:

kel disse...

Não sei se posso mas espero que sim e por isso vou fazer de penetra e "enfiar a carapuça"... Brindo contigo a nós, brindo à vida, às pequenas coisas que ela nos proporciona e às quais nem sempre estamos atentos. Gosto de rir contigo mas gosto sobretudo de te ver rir porque em cada sorriso teu vejo alento, vejo força, vejo vontade de viver, vejo a minha amiga "Lolita" no seu melhor… E gosto!
"Aonde o vento é brisa
Onde não haja quem possa
Com a nossa felicidade
Vamos brindar à vida meu bem!" … Eu brindo a isso ;)

Mikitas disse...

Fiquei contagiada.
O Ná Nã Nã! Ná Nã Nã! Ná Nã Nã! não me sai da cabeça.

Fifs disse...

Minha Querida o meu sorriso só se revela às minhas amigas e às pessoas de quem gosto. A carapuça serve-te na perfeição