quinta-feira, 4 de março de 2010

Vou fazer um para mim


Pendurar um quadro vazio na parede e ir preenchendo com momentos que têm preenchido os últimos tempos e os que ainda estão para vir. A máquina já tenho. Agora é ir congelando no cartão, e depois congelar em papel, e no fim colar no quadro, para que congele na minha memória de cada vez que olho para ele, e descongele o meu coração nos dias mais frios.
Não quero deixar espaços vazios nesse quadro, e também não quero ter ansias de o atafulhar com o que não interessa. Foi essa a minha resolução de início de ano, "Focar", lembram-se? Não parecia tarefa fácil para quem andou toda uma vida a dispersar atenções, a contruir castelos no ar (e na areia, e na neve), a espalhar magia por aqui e por ali, pelos outros sobretudos, e a guardar muito pouca para mim. Mas no início do 3º mês de 2010 posso dizer que estou imensamente orgulhosa por estar a fazer um óptimo trabalho de focagem!! A separar o trigo do joio com uma facilidade que me arrepia, a estabelecer prioridades sem margem para dúvidas, sem vacilos nem hesitações. E sobretudo, a "guardar só o que é bom de guardar", como já é meu lema... (esse e "Tuuufas!!)
É esse lado "Bom", óptimo, maravilhoso, gostoso, delicioso da vida que eu quero pôr no meu quadro. Vai haver espaço para tudo de bom que eu sei que merece lá estar. Tudo e todos. Com imensos post scriptum, que eu sou menina que tem sempre algo mais a dizer, depois do que já foi dito, e quando não tenho é mau sinal! Com ainda mais "I love you", porque felizmente tenho muita gente que merece os meus "I love you", todos os dias, e de quem não me esqueço nunca.
Vou criar um quadro que me lembre, porque acho que todos deviamos parar uns minutos por dia para nos lembrarmos, das pequenas grandes coisas que me fazem feliz.
E é disso que eu não me quero esquecer nunca mais: Ser feliz!

2 comentários:

Kikas disse...

adoro essa imagem, tenho-a num post :)
pois olha, querida.. adorei essa ideia! faz bem. aproveita todos os momentos o melhor que possas :) nem sempre é fácil, mas eu sei que está aí uma mulher com garras!

Pips disse...

Também adorei a imagem, e foi daí que veio a ideia. Damos demasiado "espaço" às coisas menos boas, e por isso nada como substituir por coisas físicas que nos lembrem coisas boas, muito boas.
Não é fácil, não..
Mas as Mulheres como Nós, (porque tu também és dessas!), nunca perdem a garra!! :)