terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Vergonha alheia


Sou só eu que acho decadentes as figuras que aquelas alminhas que foram hoje às 9h da matina para a porta da Desigual do Dolce Vita Tejo em roupa interior, fizeram?
Em troca de duas... sim, DUAS (!) peças de roupa que podiam trazer sem pagar, encheu-se uma loja de otários em cuecas e soutiens, como se o mundo fosse acabar amanhã, numa entrada triunfal qual manada de elefantes em plena savana africana, atropelando tudo e todos. E o mais engraçado é que a grande maioria, ao contrário da fama que as mulheres têm de loucas por compras, eram homens! Olarilolela! Ali na primeira fila, prontinhos a arrancar e açambarcar duas ricas farpelas, ainda para mais nessa loja tão bonita que veste as pessoas à moda do espantalho do Feiticeiro de Oz! "Em tempos de crise, já têm toilette para a passagem de ano!", dizia o repórter, tentado justificar o porquê de haver quem se preste a tamanho papel. O que só fez com que aqueles tristes parecessem ainda mais tristes aos meus incrédulos olhos.

2 comentários:

Poetic GIRL disse...

Eu nunca me prestaria a essas tristes figuras, believe me! bjs

Joana disse...

eu achei a iniciativa giríssima! E todas as TVs falaram nisso por isso a Desigual só saiu a ganhar!