domingo, 9 de dezembro de 2007

Sogros...do melhor!


"Primeiro escolhes a Sogra, depois é que escolhes o Noivo!"- Dizia a minha Mãe, com um sorriso matreiro e em tom de brincadeira, nas milhares de conversas que tivemos sobre o tema.
De facto, parece estar sociológica e antropologicamente enraízado na nossa cultura, que o conceito de Sogra ou Sogro, surge inevitavelmente com uma conotação negativa. No caso das mulheres então, a figura da "Sogra" é muitas vezes vista como um fantasma na relação. Um fantasma que não pertence só ao passado, até ao dia em que entramos na vida do nosso Mais-que-tudo, mas que fazem parte constante e participativa do presente, e podem representar uma ameaça no futuro.
A Sogra é, por definição quase de dicionário, a personagem que se mete onde não deve, faz comentários desnecessários, olha de alto a baixo, faz o prato favorito do filho que nós nunca conseguimos sequer igualar, e nos faz sentir muito longe, (hoje e sempre!) daquilo que o seu rebento merece!
Mas este post serve exactamente para desmitificar essa ideia: Há por aí, ainda que raras, umas Sogras que nos fazem sentir não umas invasoras do lar, espaço e atenção que antes era só seu, mas uma extensão da sua família; Há algumas, que nos tratam tão bem que nem apetece sair de casa delas, e ajudá-las em tudo o que elas precisarem; Não comentam o que quer que seja sem que esse comentário seja pedido; Dão-nos um abraço apertado de boas vindas e outro quando vamos embora, com um sorriso sincero que dá vontade de voltar todos os dias; Sogras divertidas, que têm sempre uma história igualmente divertida para contar sobre a infância do seu filhote que nós desconhecemos; Sogras que nos dão miminhos, sem que haja datas especiais, apenas porque se lembram de nós; Sogras que nos ajudam a decorar a casa, e cuja opinião é importante porque confiamos no seu bom gosto..
E são essas as Sogras que dão bom nome ao título, porque não nos importamos de ir de férias com elas; de ter jantares de família que não é a nossa, mas onde nos sentimos como se fosse; onde não nos importamos que a nossa Cara-Metade nos compare a elas, pois isso é, sem dúvida, um bom sinal; e não nos importamos de elogiar os seus cozinhados porque são realmente muito bons, e ainda pedimos que nos ensine a receita!
E quando estas Sogras vêm acompanhadas de um Sogro muito prestável, com sentido de humor britânico, sarcástico e muito assertivo, com dotes de fada do lar, bricolage e decoração... o que se pode pedir mais?!?
Há, de facto, Sogros do Melhor, que nos fazem dizer ao "Noivo" que escolhemos:
"Os teus Pais são duas das tuas melhores qualidades!"
E agora, se quiserem, falem mal à vontade dos vossos, que elas não vão ler!!
P.S- Mãe do Amorzinho, obrigada pelas Canequinhas! Adorei!

4 comentários:

Mikitas disse...

Eu não tenho sogra. Acho que pior do que ter uma sogra daquelas horriveis, é mesmo não ter.
Se tens sogra e te das bem com ela, optimo. Ela sempre te conta alguns podres e podes fazer panelinha com ela.

Se tens sogra e não te dás bem com ela, temos pena, mas ao menos sempre tens em quem pensar nos momentos em que tens de fazer muita força, ou berrar.

Perola Luna disse...

Bem das experiências que já tive, o meu primeiro "sogro" adorava-me ao ponto do meu ex-fofo ter ido para fora durante 6 meses, mas eu todos os Domingos tinha de ir almoçar lá a casa...
Os papas do meu ex-menino pateta, eram uns amores, apesar da mamazita à vezes ser um pouco metida, ainda me tive de virar para ele um dia e perguntar: "mas tu vais morar lá para casa com a tua mãe ou comigo!?"
Os do meu ex-gordo, o papazito nao tive direito a conhecer... a mamazita pouco conheci, mas moramos juntos quase 2 anos! "coisas de loucos"... mas sinceramente a "sogrita" era pouquito ciumenta...
Proximos sogros ainda nao conheci, mas espero vir a conhecer brevemente, será sinal que já estarei a caminho de lisboa!!
Mas sogrinhos e sogrinhas dou-me sempre bem no geral!

graciosa disse...

Deus existe ou nem por isso?? Não sei , chamem-lhe o que quiserem mas que uma estrelinha está a zelar por ti,eu acredito e sabemos bem qual é!!! Mas tu mereces! Eu também tenho algumas estrelinhas e gosto. Beijos da tia .

graciosa disse...

Deus existe ou nem por isso??? não sei, nem isso é preocupação. Que há uma estrelinha a zelar por ti, eu acredito. Eu também tenho dessas estrelas e gosto.De algum lado vêem e "encarnam até nas sogras " Que bom! Tu mereces!
Beijos da tia upep