terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Soul sister


Conhecemo-nos há pouco mais de um ano mas o tempo em determinadas coisas não conta para nada. Havia um click, um diálogo mental que nos ultrapassava mas que nunca foi mesmo explorado. O tempo passou, a vida rolou e aconteceu o que se sabe. Algo me impeliu. Um jantar e depois outro e um café... perceber o que se tinha passado, tentar suportar um bocadinho da revolta, da angústia, do medo e dos sonhos desfeitos de um casamento de sonho por exemplo. Os nomes começaram a surgir; A Pips e a Fifs depressa chegaram à conclusão que amizade daquelas era difícil de encontrar e sou-vos sincera, nem é tanto só uma amizade mas nutro um amor verdadeiro por ela (nada de imagens de bolinha ok?). Como se fosse minha irmã, parte de mim em que as tristezas e as alegrias dela são minhas também. Em que sinto um bocadinho por ela, em que leio pelos esgares, olhares e expressões o que o Tico e o Teco dela estão a fazer (o que a propósito daria um post brilhante!). Sinto-me completa com a minha soul sister, preocupo-me com ela como se de mim se tratasse, partilho com ela o que seja desde o mais básico ao mais profundo (género tristezas porque as saudades são muitas de quem não volta até ao " tenho uma malha nos collants e estou em dia de enjoadinhices").
E é assim... Somos tal e qual uma só, temos uma música, temos uma língua, temos um nível (quase insuportavel nós sabemos) de decibéis, temos um guincho inimitável só das duas, estamos sempre na mesma frequência e sobretudo temo-nos uma à outra!

5 comentários:

Catica disse...

Sem dúvida....Dos mais belos Seres que conheço...Não me espanta, nem um bocadinho a tua atracção por ela...Porque Ela é simplesmente única...!!

MysterOn disse...

Bonito :)

Mikitas disse...

Gostei! Viva a amizade...

kel disse...

O tempo é o q menos importa quando se ama... E a amizade não é senão a mais bela forma de amar!

Beijoca às duas

Kinich Ahau disse...

Têm uma coisa forte e bonita...que muita gente não tem nem nunca há-de ter! Happy New Year!