quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Praticamente um euromilhões



Não tenho sorte ao jogo, seja ele qual for.
Mas há coisa que me assiste de quando em vez e que anima os meus dias: encontrar dinheiro em parte incerta. Ele é moedinhas nos transportes, nos corredores do trabalho, nos sofás de salas de espera... e no outro dia foi na rua. Ali, em pleno passeio lá estava ela, verdinha a olhar para mim.
Peguei nela com carinho e levei-a para casa. O meu namorado dizia que era partida de Halloween, eu dizia que não fazia mal perguntar se aquela nota de 100 dólares era verdadeira.
E não é que era mesmo? Vai-se a ver e "só" rendeu 67 eurinhos. Mas que bem que soube!!

4 comentários:

Leonor disse...

Isso foi tudo lucro... Eu costumo dizer que onde vai esse, não vai outro...

isabel disse...

Isso é que foi um bom halloween ;)

Layanne Eduarda disse...

Que sorte hein?
Eu as vezes encontro dinheiro perdido por aqui por casa, ponho sempre num lugar e esqueço que ele existe, ando louca com a mão na cabeça atrás dele, e ainda recusa-se de dar as caras. Quando desisto, por fim, me aparece o bendito. :)

SuperSónica disse...

K sortuda!!