quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Day after


Devia ser criado um movimento anti "o dia a seguir" MDAS! Adoro movimentos devia haver mais movimentos, mais razões para lutar e discordar!
O dia a seguir... Nunca se sabe como se há-de comportar. Mas porquê que os seres humanos têm uma natural aptência pra complicar tudo comó caneco?!? É tão bom jantar fora, arranjarmo-nos para jantar fora, dar umas gargalhadas, mostrar que somos uma maravilha e que queremos é jantar fora! Mas nem só de jantares vive o Homem, a confiança aumenta, os corações aceleram e a vontade cresce e puff! Faz-se o Chocapic! (Forte em ChOcOlAtE). Tudo corre bem, tudo é pozinhos de perlimpimpim mas e o dia a seguir? Como é? Vive-se o momento até o nosso sono nos permitir, deixamos medos, inseguranças e desejos de perfeição de lado e depois?
Depois vem a treta do dia a seguir! Telefona-se? Olha-se? Faz-se de conta que se é despassarada? Beija-se onde? Reza-se ao Santo António pra ser a outra parte a chegar e ele que faça o que entender! E se nos beija como ontem? Vamos gostar ou ligar o corante? Ou se não o fizer por um milhão de razões vamos ficar zangadas? E se nos liga muito? Por isso é que vos digo meus Queridos, bania-se o dia a seguir, acelerava-se uns dois dias o amoque passava e era como se nada fosse! Beijinhos à almofada é que está a dar!

3 comentários:

Mikitas disse...

Isto faz-me lembrar aquela frase: "Pior do que uma sexta-feira 13, são os sábados 14"

sofs disse...

DASSE.....BAMOS BANIR O DIA A SEGUIR!!! ;)

kel disse...

Calma e descontracção... Sempre!!!... E esperar para ver. A impaciência é quase inevitável mas às vezes inimiga. Por isso… Take it easy! Embora concorde que o “day after” é do pior que há, também acredito que para tudo existe uma solução… Logo, não vale a pena stressar por antecipação. Quando o “dia seguinte” chega, acabamos sempre por saber como agir.

Kiss kiss ;)