segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Reiki


Fiz ontem a minha primeira sessão.

Para quem não conhece, o Reiki é uma forma de terapia de origem japonesa baseada na manipulação da energia vital através da imposição das mãos, com o objectivo de restabelecer o equilíbrio vital e, deste modo, eliminar doenças e promover a saúde.

Ao contrário do que estava à espera, não recebi massagens, não fiz movimentos relaxantes nem precisei sequer de me descalçar! Bastou-me chegar, deitar e relaxar. E para quem pensa que isso não tem nada que saber...aqui declaro que tive de fazer um esforço quase sobre-humano para me conseguir abstrair completamente de onde estava e o propósito da situação, esvaziar a cabeça de qualquer tipo de pensamento (e não imaginam os pensamentos que me assaltaram da forma mais inconveniente e fora de contexto possível, só por saber que não podia pensar neles!)...basicamente fazer um "reset" na máquina.

A sessão durou uma hora e eu perdi cerca de 20 minutos só neste exercício de desligar progressivamente o cérebro da corrente. Primeiro domar o meu Tico e Teco que já estavam, às 10h completamente insubordinados a dançar o "Summer Love" do meu Justinho! Depois, não pensar que tinha uma senhora que nunca tinha visto na vida, debruçada em minha pessoa, com suas mãozinhas postas sobre meus chakras. Depois controlar a vontade de perguntar à senhora onde compra os cheirinhos maravilhosos que tinha nuns frasquinhos e que davam um aroma tão agradável sem ser enjoativo nem com ligações inconscientes a lojas de chineses nem de monhés. Depois concentrei-me na música também agradável, para ver se me ajudava a ligar aos elementos da natureza e deixar o plano material de lado...liguei-me de tal maneira que quando uma das músicas era acompanhada pelos sons do mar, cascatas e cachoeiras...fiquei cheia de vontade de fazer xixi e não conseguia parar de pensar que não podia interromper a sessão para ir ao WC!

Enfim...passados estes 20 dolorosos minutos lá consegui concentrar-me a valer, ir esvaziando devagarinho o pensamento, e quando dei por mim estava, de facto, a desfrutar da sessão. E a pergunta que toda a gente me faz é: "E sentiste alguma coisa?". -Sim!

O Reiki serve basicamente para relaxar, para aliviar o stress, porque influencia a forma como o corpo gera as suas próprias reservas de energia, ajudando-o a compensar-se e equilibrar-se. Essa energia pode ser medida pelos nossos Chakras que são pontos que indicam a falta ou excesso de determinado tipo de energia no nosso corpo. Através do Reiki conseguimos estabelecer um equilibrio desses pontos de energia e recarregar aqueles que estão em défice.

O que eu senti nesta minha experiência, foi uma sensação de relaxamento, de equilíbrio, de compensação, de libertação através da meditação e quando acabou senti-me totalmente Zen!

A senhora não me disse se tinha os Chakras entupidos ou não, (graçola que eu costumo fazer quando ando com a neura!), mas ao perguntar-lhe como é que ela conseguia manter as mãos sempre tão quentes durante toda a sessão, (porque as mãos da senhora estavam de facto um verdadeiro forninho), a resposta dela surpreendeu-me: "Não sou eu que tenho as mãos quentes. A energia que a menina liberta é que bate nas minhas mãos como um espelho e eu devolvo-a a si de forma mais equilibrada!" E com esta me calei..

Conclusão: aqui a Menina anda cheia de energias descompensadas, que o Reiki vai ajudar a equilibrar. Fiquei fã e em breve farei outra sessão, mais consciente e concentrada e já com o Tico e Teco sobre aviso que têm de ficar a comer massa silenciosamente, para eu desfrutar da hora completa da sessão e não perder tanto tempo em preparativos.

Aconselho vivamente a quem quiser experimentar, mas aviso desde já que não faz milagres e é preciso ir-se predisposto a, e pôr de lado cepticismos e desconfianças. Desfrutar, sem más "vibes" nem desdém, e vão ver que os Chakras agradecem!

2 comentários:

Carina disse...

Bem tenho que experimentar!!! Mas se fosse eu até deitava fumo... mais parecia uma chaleira... qual concentração qual que...heheh!! Gostei da descrição estou mesmo a ver-te e a rir-me à força toda...

Mikitas disse...

Bem, eu sei que tenho os meus chakras intupidos, e muito. Mas também sei que esse exercício é muito difícil para mim. A minha máquina nunca faz reset, infelizmente. Nem de uma massagem de relaxamento eu consigo usufruir. Aquilo ainda me irrita mais!