domingo, 9 de março de 2008

Mudam-se os tempos...mas nem sempre as vontades

Ha pessoas que simplesmente não mudam.
Evoluem conforme o socialmente esperado pelo acumular de velas no bolo de aniversário, mas não mudam. Está-lhes no sangue, nos genes, marcado pelo destino, karma, chamem-lhe o que quiserem, mas não mudam.
E por mais que eventualmente se venham a arrepender de actos, palavras ou gestos frutos de impulso ou de requintes de malvadez previamente estudados, e por mais que as consequências desses mesmos actos, palavras ou gestos sejam dolorosamente sentidas...chegada a hora H, de fazer a diferença, contrariando estatísticas até então, controlando impulsos genéticos ou destinos previamente traçados....cometem o mesmo erro. Mais uma vez. Over and over again.
E diz-se que toda a gente merece uma 2ª oportunidade...e eu até sou do estilo de não dar 2 mas vá, arredondar a coisa para 20 oportunidades! E gosto que pensem que sou ingénua, e que, em cada oportunidade que dou acredito piamente na tal mudança que nunca chega, afinal de contas é para isso que as oportunidades servem, não é?
Mas não...há um "dark side" em mim que no fundo nunca acredita piamente em nada. Muito menos em Alguém. Um "dark side" que dá oportunidades às pessoas de se revelarem tal qual como são, mas que nunca cria grandes expectativas, sobretudo de quem já me desiludiu.
Não viro costas. Quase nunca viro. Porque gosto de ver o resultado das revelações. E porque gosto de me certificar que fiz bem em dar oportunidade, tal como fiz bem em não me iludir nem esperar a tal mudança.

4 comentários:

Neferet disse...

Sinto o mesmo que tu, a diferença é que não deixo as pessoas aproximarem-se tanto.É triste quando chegamos a um ponto em que percebemos que muitas vezes estamos melhor sozinhos.
Beijinhos

Teresia disse...

:) pelo menos as pessoas não se culpam de não dar a "segunda" oportunindade... nem ficam a pensar no "e se?"... há-de chegar a altura certa... em que não há mais necessidade de dar essa oportunidade... ou porque tudo muda realmente... ou porque as coisas mudam para nós :) beijinhoxxxx

Mikitas disse...

Tenho medo das segundas oportunidades e provavelmente nunca permito que elas aconteçam. Sera rancor? Não sei!

kel disse...

Estou ctg... Nada de fechar portas... A vida dá mts voltas e, além disso, estudar o comportamento humano é das coisas mais interessantes que podemos fazer... Nunca param de nos surpreender porque nunca conhecemos verdadeiramente ninguém! Assim, só me afasto de pessoas que me levam a concluir que não valem sequer o beneficio da dúvida ou o meu tempo. Mas não fecho a porta... apenas não as procuro. É bom ter a calma necessária para ver as mudanças sem esperar "milagres" porque as pessoas acabam sp por se revelar... Cada vez são menos as q me surpreendem pela positiva mas aqueles me acompanham dia-a-dia, fazem-me manter a esperança no ser humano e na amizade! ...Gostei do bowling ;)

kiss kiss