sexta-feira, 23 de abril de 2010

E não é que me portei bem??


Nada de crises nervosas, nem ansias, nem ressacas de falta do meu nokiazito rosa!
Não senti faltinha nenhuma (ele que não nos ouça!), e passei o dia tranquilamente, à moda antiga. Fiz 2 telefonemas de rede fixa, para avisar os meus irmãos que não estava do lado de lá do meu 91. Ora pois que os pequenos, ainda mais desligados do que eu, nem sequer atenderam as chamadas. De resto deu para perceber que, na falta de telemovel, temos para além do telefone fixo, o mail, o facebook, o msn. Ou seja, a menos que estejamos desligados do pc (e como eu gostava de estar por uns dias...), acabamos por estar sempre em contacto com o mundo e maizalém.
Também deu para perceber que afinal não sou tão dependente do celular como achava. Ou melhor, JÁ não sou tão dependente como em tempos fui, em que era impensavel sair de casa sem o fiel amigo, andava com ele no bolso do roupão em casa, o levava para o wc, a pontos de uma vez o ter deixado cair dentro da sanita.
Enfim, mudam-se os tempos, mudam-se as vontades. Sobrevivi, mas não tenciono voltar a deixar o nokiazito rosa em casa de castigo, porque parecendo que não, à hora de saída do burgo e para combinar locais e horas de encontro e avisar eventuais atrasos... dá jeito, pois dá.
Já agora, ainda há alguém que não tenha telemovel?

2 comentários:

M disse...

Uau! Q sorte teres conseguido "sobreviver". Eu (infelizmente) não consigo sair de casa sem o telemovel. Não sei, mas tenho a sensação q me falta qq coisa ou entao alguem vai tentar falar comigo sobre alguma coisa importante e eu nao vou poder responder...

Mariana: Barbie is a bitch darling disse...

eu acho q toda a gente tem tlm