terça-feira, 26 de agosto de 2008

Diferenças

Matámos quase todas as saudades de vários dias, semanas, sem contacto físico...quase!
Falámos todos os dias por telefone, mensagens, mas óbvio que não é a mesma coisa que estar frente a frente, lado a lado, olhos nos olhos, guincho com guincho!
Almoço com conversa séria, tarde com dolce fare niente equivalente ao nosso "quality time", que adoramos e aproveitamos ao máximo por mais inútil que seja, e café divertido onde posso observar como ela é ao lidar com os outros.
Estou a falar de mim e de Fifs, claro.
Comigo ela é doce, meiga, coração de manteiga, lamechas, piegas, sensível, panhonha e xoninhas se preciso for! Com os outros é impenetrável, com um humor cortante e incisivo, de uma segurança que para quem não a conhece pode roçar a arrogância, a frieza, até agressividade. "Aqui (batendo com as mãos no peito), ninguém põe as patas!" Cartão de visita para quem a está a começar a conhecer. E ergue essa bandeira até que lhe provem por A mais B mais C...e mais umas quantas contas e raízes quadradas, que se é merecedor de conhecer o outro lado da personagem.
Mais: nada nem ninguém lhe é indiferente. E não consegue disfarçar. Não há meios termos, não consegue nem quer abstrair e quando não lhe agrada alguma situação, ou não vai com a cara de alguém, apenas porque não, não consegue ignorar. É transparente como água (pelo menos aos meus olhos), pelas expressões de desprezo que faz, pelas bocas irónicas e sarcásticas que manda, pelos comentários laterais que faz questão de repetir se a pessoa em causa não percebeu, pelo tom e colocação de voz. pelo nariz empinado. Não gosta e faz questão que se perceba que não gosta.
E eu sou tão diferente dela...
Primeiro porque demoro a dar-me a conhecer. Nem o bom nem o mau. Prefiro ficar sempre low profile, e se há alguma bandeira que ergo é a azul, tipo "Praia de Qualidade". Depois porque sou mais discreta...lá está, os meus olhos pal-plus ao contrário dos olhos grandes dela, apenas captam o que lhes interessa e captam de forma extremamente discreta. E ainda porque quando não gosto, ignoro. Abstraio, desligo, simplesmente não me interessa, é-me indiferente, passa-me ao lado.
Pergunto-me: serei eu demasiado "desligada" ou ela demasiado contestatária?

4 comentários:

Neferet disse...

Sao as duas lindas!!

Ana disse...

Aposto que se complementam ;)

Nunca percam a amizade que vos une.

Beijinho grande para as duas.

PS- vou conferenciar com ele pra respondermos ao teu desafio. Stay tuned ;)

Mikitas disse...

são lindonas!

kel disse...

Os opostos atraem-se e as diferenças completam-se! Beijo grande às duas*